Feliz Ano Novo! Que venha um ano prospero!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Feliz Natal a todos!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Feliz dia das crianças!

O que é ser criança para você?

Muitos dizem que ser criança é ser livre de responsabilidades que te amarram, é poder correr, brincar de esconder, subir em árvores, brincar de amarelinha e pega-pega, tomar banho de chuva sem vergonha de ficar molhado.

Mas ser criança vai muito além de apenas se divertir, ser criança acima de tudo é ser inocente, é não ter medo algum de dizer EU TE AMO, de olhar nos olhos e pedir ajuda quando precisa, é não ter vergonha de chorar quando sente dor ou quando é magoado, ser criança é ser livre sim mas não apenas de responsabilidade e sim de ser livre de qualquer maldade no coração.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Interatividade no mercado publicitário

Importância da utilização da internet para interagir com o prossumidor.

O mercado vive um momento de grande mudança no que se diz respeito aos consumidores: eles deixaram de ser passivos, e adotaram uma postura ativa perante o mercado. Hoje são chamados de prossumidores. Eles possuem características que intervém na produção ou execução dos produtos e serviços oferecidos no mercado. São exigentes, dão palpites, são bem informados, influenciam outras pessoas, são 100% ativos desde o início do processo. Diante desse novo perfil, o mercado e seus fornecedores precisaram se adequar e de certa forma aproveitar esse prossumidor como comunicador de sua marca. Por isso os produtos e serviços que chegam hoje no mercado, são cada vez mais personalizados, e adaptáveis para a necessidade de cada um. Prossumidor satisfeito é propaganda positiva para a marca do produto e/ou serviço.

Dentro dessa nova realidade de mercado, encontramos a internet, meio de comunicação, interatividade e muitas outras funções, que dão ferramentas para esse prossumidor ser cada vez mais informado e para o mercado se aproximar mais, saber mais, sobre esse novo comportamento do público comprador. Pela internet o prossumidor critica, aplaude, ama, odeia, tem dúvida, tira dúvidas, e essas informações são dadas e recebidas de prossumidor para prossumidor, como a chamada propaganda “boca-a-boca”, só que em imensa proporção, já que o que é postado é de livre acesso para todo o público do mundo virtual. Então deve-se ter um cuidado hiper especial para com essa nova tendência de consumidor. Percebendo essa mudança de comportamento e também cultural, as campanhas publicitárias precisaram se reposicionar no que se diz respeito à amplitude de mídias e interação entre elas. O prossumidor na internet passa a gerar a necessidade de novas formas de interação da campanha publicitária para com ele. Não basta apenas utilizar as mídias tradicionais, é necessário convergir para chegar de forma sutil onde o prossumidor está.

A convergência consiste em poder passar a mensagem da campanha através de vários meios, gerando interação entre eles, mas de forma transmidiática, ou seja, usando linguagem e formato diferenciado para que seja bem adaptado a cada mídia. Assim, a campanha chega ao cliente de forma empática, já que ela tem menos cara de propaganda, mas exerce sua função de aproximação e transmissão da mensagem. Além disso, dá oportunidade para esse prossumidor ser participativo e ainda compartilhar de forma coletiva suas experiências com a marca.

A convergência não vem para tirar a importância das mídias tradicionais, mas para ampliar e interagir, gerando melhores resultados. Convergência, essa é a bola de vez!

Josemira Santana, estudante do 6º semestre do curso de Publicidade e Propaganda da Faculdade IBES, gerente de produção em agência de marketing promocional em Salvador-Bahia.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Prossumidores e o processo da Convergência

A importância da utilização da internet para interagir com o prossumidor

Nos dias atuais os consumidores estão se multiplicando cada vez mais e mais rápido, com isso eles vêm adquirindo um nível de exigência maior dos produtos/serviços que consumem.  Os consumidores, agora chamados de prossumidores, estão deixando de ser passivos e estão se tornando mais ativos, eles não querem mais apenas receber as informações que lhes é apresentada e sim trocar informações, ter a sua parcela de contribuição. Com o surgimento das novas mídias, os prossumidores estão conseguindo obter o seu espaço mais rápido, através do processo de convergência, pois é uma forma de interação entre o fornecedor e o cliente.

O livro Cultura da Convergência de Jenkins relata que devemos enxergar a convergência a partir da relação interconectada que as pessoas passam a ter com as novas mídias. As mídias em massa e a utilização da internet são fundamentais no processo da convergência e as mesmas estão sendo uma grande sacada, porém muitas delas não irão perpetuar. As empresas e indústrias começam a mudar suas visões sobre essas novas transformações.

Ithiel de Sola Pool, que é conhecido como o profeta da convergência foi quem deu o pontapé inicial para as transformações das indústrias midiáticas. Pool pôde compreender que existiam dois lados de um mesmo fenômeno, são elas a convergência e a divergência. “Divergência das superfícies é fruto da necessidade em fazer o ciclo capitalista se manter estável”, é gerar as necessidades, fazer você comprar o que você não precisa necessariamente, como se fosse algo do qual você não vivesse sem e a convergência já é o oposto, é algo interno do consumidor, são as escolhas dos meios, é a sua forma espontânea de interagir com eles.

A Lógica Cultural da Convergência dos Meios de Comunicação fala que a convergência ocorre quando as pessoas assumem o controle das mídias, e o resultado dessa posse pode trazer resultados positivos ou negativos, pois em um instante que você possa ter feito algo de “errado” alguém já pode ter filmado ou fotografado, e em questão de segundos já estará na internet, através de aparelhos moveis. Os prossumidores querem participar dessa nova onda de transformações, com isso os anunciantes estão tendo que ser cada vez mais criativos, pois o seu público ficou mais exigente. As empresas temem que com a chegada dessa nova ferramenta as mídias se fragmentem, tendo como exemplo o jornal para internet, pois daqui a alguns dias não vamos ter mais os impressos.

A comunicação vem sofrendo varias mudanças a cada dia e alguns estudiosos já previam essas mudanças há tempos atrás, porém não acreditavam que fossem acontecer tão rápidos. Segundo Marshall McLuhan, esses processos tecnológicos que vêm acontecendo estão reduzindo as proporções dos grupos, pois o público deixou de ser apenas receptor e estão aptos a passar conhecimentos. Jenkins Henry acredita que as transformações culturais acontecem mediante a convergência dos meios e que as mídias devem ser reinventadas a cada dia. Ambos os pontos de vista são bastante coerentes, pois a sociedade esta cansada de ver sempre o mesmo modelos de propagandas, eles gostam de ver coisas novas e criativas. O público quer participar das propagandas, querem interagir e expressar suas opiniões.

As convergências de mídias não ocorrem nas máquinas, mas sim na mente dos consumidores e em suas redes sociais. As redes sociais esta sendo o grande “bum” na nova geração, pois são através delas que as propagandas estão sendo mais expostas e se viralizando, fazendo sempre presente da mente do público. Devemos enxergar a convergência a partir da relação interconectada que as pessoas passam a ter com as novas mídias. Se pararmos para analisar o consumidor comum e os prosumidores, podemos perceber que os prossumidores entendem melhor as estratégias de marketing, entretanto tornam-se mais exigentes. Buscam sempre informações e opiniões e têm consciência da sua importância, porém costumar construir seus próprios argumentos e pensamentos.

Por fim, podemos concluir que os prossumidores são os consumidores proativos, ou seja, são aquelas pessoas que participam ativamente. O processo de convergência não surgiu para eliminar as mídias antigas e sim fazer a interação das mesmas e adaptá-las para o novo nicho, pode se dizer que surgiu de uma necessidade que o mercado vem apresentando. Recomendo esse livro para aqueles que buscam inovações no mundo da publicidade, principalmente para o prossumidores que buscam as inovações, para aqueles que querem desenvolver os melhores cases utilizando de artifícios práticos, surpreendentes e de baixo custo.

Débora Taís Lopes Alves, estudante do 6º semestre do curso de Publicidade e Propaganda da Faculdade Ibes, atuando na área de produção em uma agência de marketing promocional em Salvador-Bahia.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Qualquer um pode ser um Prossumidor 2.0

 

O conceito de informação estática através de livros, jornais e revista mudou. Agora estamos na era do fluxo de conhecimentos do consumidor não mais passivo mais sim, proativo, onde alem de consumir quer interagir, compartilhar experiências transformando em novas informações o que aprende e vivencia quer agregar novos conteúdos propagar seus pensamentos.

 

A internet é o principal instrumento de trabalho dos prossumidores, pois é interativa, participativa e rápida tudo que esse novo consumidor precisa para por em pratica tudo de informação que tem e precisa divulgar, pois são extremamente comunicativos e inovadores.

Por causa desses consumidores as mídias e produtos tiveram que  adaptar  toda sua comunicação saindo das mídias tradicionais que são totalmente passivas e correndo para internet buscando formas criativas e inovadoras para atingir esse prossumidor e além de atingir  hoje as empresas tem um desafio muito maior o de  fazer com que ele queira gerar conteúdo sobre sua ela e que seja um conteúdo de qualidade por que ficar mau falado na rede pode destruir o que durou anos para ser construído.

 

Vendo toda essa convergência acontecendo, o consumidor que não contente em está sentado sendo bombardeado por informações torna-se rapidamente um prossumer, pois se sente na necessidade de interagir, de mostrar escolhas inteligentes e de adotar seu próprio estilo de vida sem ser imposto nada e busca sempre novas tendências e o que te agrega valor. Nesse momento a palavra certa para entender essa união da internet com o consumidor é a convergência o fluxo de conteúdos, experiências, entretenimento e cultura juntamente com o comportamento migratório do público mostrando que a convergência acontece dentro do cérebro de cada individuo através da interação social com outros indivíduos gerando a necessidade de compartilhar essas experiências que gera o que o mercado hoje mais valoriza o buzz.

 

Então após a leitura desse texto garanto que agreguei algo a você seja bom ou ruim, una isso com o que já tem de repertório e construa sua opinião sobre o assunto e quem sabe seu primeiro ato de transição de um consumidor para prosumidor basta querer.

 

Mônica Jesus da silva estudante de Publicidade e propaganda do IBES cursando o 6° semestre trabalhando atualmente como Técnica de Imagem na Minilab Estúdio fotográfico em Salvador.

 

 

 

Publicado em Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário

A Convergência Cultural e as mídias transmidiáticas na Publicidade.

A importância da utilização da internet para interagir com o prossumidor.

A internet tem um papel super importante no que se trata de mídia hoje, através dela é que podemos desencadear de varias formas as mídias convencionais, ou seja, utilizando das mídias de internet para melhor se aproximar dos prossumidores os quais vem se adaptando melhor a cada dia a todos os meios de comunicação transmidiáticos.

No momento em que vivemos existe uma grande aproximação do publico com os meios de comunicação e com as mídias onde os consumidores procuram incessantemente por meios que lhes possibilitem praticidade, eles não estão em busca de meios que lhes bombardeiem em mídias, por isso as empresas hoje estão procurando interagir com esses novos meios de forma sutil para que o público não se sinta ofendido e nem saturados com as mídias.

Ta ai o porquê de as mídias como internet serem de grande importância hoje para interagir com o prossumidor. Do jeito que as mídias hoje se modificam há todos os instantes, muitas vezes nem percebemos e acabamos sendo soterrados por elas, fazendo assim com que fiquemos ultrapassados.

Nós como publicitários somos os primeiros a termos que nos manter informados sobre toda essa convergência, não precisamos saber utilizar todos os meios, mas saber que cada um existe e o que cada o um faz é de grande importância para que possamos enxergar as várias formas que podemos trabalhar, para nos adequar as novas mídias sem que fiquemos monótonos e sem deixarmos de trabalhar com o que já trabalhamos.

Ou seja, as mídias de internet são sim muito importantes, mas não descartam as mídias convencionais as quais que se bem utilizadas trarão bom resultados e se utilizadas e juntamente convergirem com os meios transmidiáticos, ai sim a campanha além de ter sucesso terá um bom recall de marca, pois a internet nos possibilita trabalhar melhor a imagem de um produto ou serviço, claro que sempre tomando muito cuidado, pois a internet também pode destruir uma imagem com apenas um deslize.

A internet é sim importante, mas acima de tudo ela tem que ser bem utilizada para que possa vir a trazer bons resultados, e assim não só aproximar o consumidor do produto ou serviço, mas sim o torná-lo ainda mais conhecido.

Jéssica Pereira de Almeida estudante de Publicidade e propaganda do IBES cursando o 6° semestre trabalhando atualmente como estagiaria de Executivos de Atendimento da Espaço Z Marketing de Entretenimento em Salvador.

Twitter: @mechamojel 

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário